Clientes com Necessidades Especiais

Têm o direito a ser considerados Clientes com Necessidades Especiais os:

  • Deficientes motores impossibilitados de se deslocar sem cadeira de rodas;
  • Deficientes visuais com cegueira total;
  • Deficientes auditivos com surdez total;
  • Clientes dependentes de equipamentos médicos imprescindíveis à sua sobrevivência.
  • Beneficiam, também, deste tratamento especial os Clientes que coabitem com pessoas que se encontrem nestas circunstâncias.

Com o objectivo de assegurar um tratamento personalizado, deve ser solicitado o registo como Clientes com Necessidades Especiais com a apresentação de uma declaração médica que comprove as condições em que se encontram. Esta informação será transmitida esta informação à EDP, para que esta efectue o registo na sua base de dados.

Para os Clientes com Necessidades Especiais é garantido um relacionamento comercial de qualidade, nomeadamente garantindo que, no caso de interrupções previstas do fornecimento de electricidade, estes Clientes sejam contactados assim que fôr recebida essa informação da parte da EDP Distribuição.

Tarifa Social

Tarifa Social

De acordo com o estabelecido no Decreto-lei 138-A/2010 e na Portaria nº 1334/2010; desde 1 de Janeiro de 2011, entrou em vigor a Tarifa Social, que consiste num desconto sobre a Tarifa de Acesso a Redes de Baixa Tensão para determinados consumidores de electricidade.

Condições para aceder à Tarifa Social

A Tarifa Social só pode ser aplicada a pessoas singulares titulares de um contrato de fornecimento de energia eléctrica, que se destine apenas a ser utilizado na habitação permanente, cujo endereço deverá coincidir com o indicado pelas instituições competentes da Segurança Social, e que pertençam a um dos seguintes grupos:

  • Os beneficiários do complemento solidário para idosos;
  • Os beneficiários do rendimento social de inserção;
  • Os beneficiários do subsídio de desemprego;
  • Os beneficiários do abono de família (1º escalão);
  • Os beneficiários da pensão social de invalidez.

Para poder usufruir da Tarifa Social, é necessário reunir ainda as seguintes condições:

  • O consumo de energia eléctrica deverá destinar-se, exclusivamente, a fins domésticos;
  • A potência contratada no ponto de fornecimento susceptível de beneficiar da Tarifa Social não poderá superar os 4.6 kVA;
  • A Tarifa Social só poderá ser solicitada para um único ponto de fornecimento em baixa tensão.

Procedimento de Candidatura

Para poder solicitar a Tarifa Social, têm de ser cumpridas as condições descritas anteriormente e entregar uma declaração da Segurança Social, emitida pelo organismo competente, aferindo que o candidato beneficia de alguma das prestações sociais indicadas em “Condições para a Tarifa Social”.

Candidaturas

Se é nosso cliente e cumpre com os requisitos, já pode solicitar a Tarifa Social. Para isso, deve contactar-nos e submeter a declaração da Segurança Social.

Copyright © 2013 JLMenergias - NIPC: 510766765 - Todos os direitos reservados